Blog

Como escolher o piso para laboratório?

Nos dois últimos anos, os laboratórios foram colocados à prova realizando milhões de testes para a identificação da Covid-19. Havia uma demanda muito grande e um prazo curto para dar resultados confiáveis, sem comprometer a segurança dos pacientes e seus familiares.

Atualmente, mesmo com o relaxamento das medidas de restrição, os laboratórios continuam com uma rotina intensa de trabalho para analisar as amostras dos muitos exames que deixaram de ser realizados durante o período de isolamento.

Dia 14 de junho é o Dia Nacional dos Laboratórios Clínicos. Entretanto, é preciso salientar que existem mais de um tipo para laboratório, cada um com suas características e objetivos.

Neste artigo, vamos falar sobre a importância de escolher um piso adequado para essa atividade. Afinal, qual o melhor piso para laboratório? Vamos descobrir.

Quais os tipos de laboratório?

É muito comum associar a palavra laboratório somente aos estabelecimentos destinados às análises clínicas. Mas existem outros tipos de laboratórios com atividades diferentes.  

Os laboratórios de análise clínicas são estabelecimentos responsáveis pela análise de materiais biológicos dos mais diversos organismos. 

Embora a primeira ideia de laboratório de análises clínicas envolva a análise de material humano, precisamos lembrar que também existem laboratórios que fazem análise de materiais dos animais. 

Existem ainda os laboratórios vinculados às atividades educacionais, sejam nas escolas ou nas universidades. Os laboratórios das escolas são mais básicos, destinados basicamente ao estudo de disciplinas como Biologia, Química e Física.

Os laboratórios universitários são mais complexos, envolvem disciplinas mais específicas e têm diferentes formatos a depender do curso a que se destinam. Existem laboratórios nas áreas de Tecnologia, Histologia e Anatomia entre outros.

Temos ainda os laboratórios farmacêuticos, responsáveis pelas pesquisas e desenvolvimento de medicamentos e os laboratórios industriais, dedicados ao controle de qualidade de materiais, processos e produtos.

Existem ainda os laboratórios de pesquisas, que, como o próprio nome diz, são destinados às pesquisas científicas, como o desenvolvimento de vacinas e o tratamento de doenças.

As instalações e os equipamentos de cada laboratório variam de acordo com as atividades nele desenvolvidas. Entretanto, independentemente da atividade, o piso é um item importante a ser considerado na sua estrutura. Vamos entender melhor.

Como deve ser um piso para laboratório?

A depender do tipo de laboratório, podem ser manipuladas substâncias inflamáveis, químicas e radioativas, além de materiais biológicos que podem causar contaminação.

Por isso, a escolha de um bom piso para laboratório é essencial para a segurança dos colaboradores e para a qualidade das análises, das pesquisas e das atividades desenvolvidas nesse local. 

Um dos conceitos mais importantes nos laboratórios que lidam com materiais biológicos é a biossegurança.

A biossegurança envolve ações que, em conjunto, destinam-se a prevenir, evitar e controlar riscos que possam comprometer a saúde humana e dos animais e visam a preservação do meio ambiente.

Para otimizar processos de trabalho com segurança, é fundamental que o piso para laboratório tenha facilidade de higienização e resistência aos produtos químicos. 

A NBR 14785, que dispõe sobre os requisitos de segurança dos laboratórios clínicos, estabelece que as paredes, o forro e os pisos dos laboratórios devem ser lisos, fáceis de limpar, impermeáveis e resistentes a produtos químicos e desinfetantes.

Estabelece ainda que deve existir um plano de limpeza e desinfecção para toda a área e os equipamentos utilizados no laboratório químico. Os pisos devem ser desinfetados diariamente ou logo após um derramamento de material.

A ANVISA  dispõe sobre boas práticas para laboratórios de controle de qualidade e também estabelece a implantação de um programa para a “execução, monitoramento, controle e verificação das operações de limpeza, desinfecção e esterilização de superfícies, instalações, equipamentos, instrumentos e materiais, conforme requerido no escopo analítico e nos procedimentos de biossegurança”.

Para isso, é preciso que o piso tenha cores claras para que qualquer sujidade seja facilmente identificada. Também é necessário que ele seja lavável, monolítico (sem juntas), impermeável, antiderrapante, resistente e com rodapés abaulados.

Os sistemas à base de uretano e MMA (metil metacrilato) atendem às especificações necessárias à biossegurança nos laboratórios, sendo também aplicáveis em indústrias farmacêuticas e hospitais. Vamos conhecer as soluções da Hardyfloor.

Quais as soluções Hardyfloor de piso para laboratório?

A Hardyfloor atua há mais de 20 anos na área de pisos e revestimentos resinados, com pessoal qualificado e material de alta qualidade para suas especificações. 

Os sistemas multicamadas, autonivelante e argamassado em uretano da Hardyfloor possuem excelente resistência química, térmica e mecânica e são indicados para laboratórios, indústrias químicas, de alimentos e de bebidas. 

Os sistemas em uretano da Hardyfloor possuem alta durabilidade, são resistentes a elementos químicos e a variações de temperatura entre – 45°C e 120°C. 

Possuem ainda propriedades que inibem a proliferação de fungos e bactérias, têm alta tolerância à umidade e facilidade de higienização.

Os sistemas multicamadas, autonivelante e argamassado em MMA da Hardyfloor são outra boa opção para laboratórios, indústrias químicas e farmacêuticas.

Os sistemas em MMA possuem várias opções de cores, bastante elasticidade e resistência química, mecânica, aos choques térmicos e à abrasão. 

Além do acabamento liso e antiderrapante, o piso em MMA cura em até 4 horas e pode ser aplicado em bases com temperaturas negativas de até -25°C.

Além dos sistemas de piso e revestimentos, a Hardyfloor executa serviços complementares para aumentar a eficiência das características de cada sistema, principalmente da higienização.

O rodapé meia cana é executado especialmente em áreas onde existe a necessidade extrema de proteção e limpeza, como os laboratórios. Caracteriza-se pela integração entre o piso e a parede de forma abaulada, o que elimina os cantos vivos. 

Os sistemas e serviços da Hardyfloor contribuem para a biossegurança nos laboratórios e possuem alta resistência às ações química e abrasiva. Fale com a gente! A Hardyfloor tem as melhores soluções para o seu laboratório não precisar fazer experiências com o piso. 

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Entre em

Contato conosco

A HARDYFLOOR está a disposição para atender as necessidades da sua empresa. Entre em contato com nossa equipe comercial!

CADASTRE-SE PARA RECEBER UMA CONSULTORIA

Informação de Contato